Wanderlust #7 Marrocos

O Wanderlust de hoje fica na África: o Marrocos, que já teve a atenção dos brasileiros no início dos anos 2000, quando passava a novela O Clone, cujo cenário era a cidade de Marrakesh. Ele também ficou conhecido no antigo filme Casablanca, mas, tanto a novela quanto o filme, trouxeram visões equivocadas do país.

O Marrocos está na nossa lista há muito tempo, estava desde quando fomos viajar no ano passado, mas infelizmente não foi possível conhecê-lo. De maioria muçulmana, o país fica a mais de 2000 metros acima do nível do mar e é banhado pelo Oceano Atlântico e pelo Mar Mediterrâneo, fazendo divisa com a Argélia e a Mauritânia.

CURIOSIDADES

Capital: Rabat

Cidade mais populosa: Casablanca

Área total: 446 550 km²

Língua: Árabe, Berbere

População: 33.757,175 hab

Moeda: Dirham marroquino (MAD)

As cidades que mais queremos conhecer são Fez, Marrakesh, Casablanca e Rabat.

O país é uma monarquia onde o governo é eleito de forma democrática e o rei é o chefe do governo.

O país fica a uma hora de distância da Espanha, basta apenas pegar a balsa!

Parte do Marrocos já foi colonizado pelos Portugueses e Espanhóis.

O país é famoso por suas medinas, onde ficam os comerciantes locais e por seu contraste com a areia que vem do deserto.

O Marrocos é seguro para turistas de modo geral, mas devem ser tomadas algumas precauções, como não confiar em todos os comerciantes e evitar locais isolados.

O país recebe cerca de 11 milhões de turistas por ano!

Mesmo sendo um país muçulmano, onde as bebidas alcoólicas não são “bem vistas”, o Marrocos é um ótimo produtor de vinhos e cervejas.

A bebida mais popular do país é o chá verde com hortelã.

A culinária do Marrocos é uma das melhores, pois tem influência dos povos nômades, dos povos do mediterrâneo, dos árabes e dos franceses, portanto é fácil ver ingredientes como limão, hortelã e açafrão.

O país possui o maior consumo de açúcar per capta do mundo!

Como não existem vôos diretos do Brasil ao Marrocos, o ideal é fazer conexão em algum país Europeu e depois ir até as cidades de Marrakesh, Fez ou Rabat. Também dá pra ir de balsa pela Espanha.

No Marrocos é muito fácil viajar de trem, pois há uma malha ferroviária que liga as principais cidades.

Os brasileiros não precisam de visto para entrar no país, assim como outros países dessa lista aqui.

As imagens falam por si e explicam o motivo de termos nos apaixonado pelo país:

Fotos: National Geographic e Lonely Planet

Foto de capa: Travel Noire

África,Destaques,Dicas,Wanderlust Bruna Sturzbecher 23 mar 2015

Deixe seu cometário