Wanderlust #42 Bulgária

O leste europeu, como pode ser percebido por aqui, é um dos lugares que mais queremos explorar na vida. Durante nossa viagem, não tivemos a oportunidade de conhecê-lo como gostaríamos e acabamos deixando para a próxima. E a lista está cada vez maior. Já falamos sobre a Sérvia, Bósnia e Herzegovina, Eslovênia, Chipre, Macedônia, Montenegro, Estônia, Romênia e Croácia. Agora chegou a vez de mais um vizinho: a Bulgária.

CURIOSIDADES

Capital: Sofia

Língua: Búlgaro

Moeda: Lev (BGN)

Área: 110.910 km²

População: 7,265 milhão

A Bulgária também é um país da região dos Bálcãs e faz divisa com a Romênia, Turquia, Grécia, Macedônia e Sérvia.

O país faz parte da União Européia desde 2007.

O Danúbio, assim com em outros países do leste Europeu, é o rio principal do país.

A Bulgária possui três regiões clássicas em seu território: Trácia, Mésia e Macedônia.

É na Bulgária que fica o ponto mais elevado da península Balcânica, o Musala, com 2.925 metros.

A população da Bulgária é basicamente constituída por búlgaros, turcos e ciganos.

A religião predominante no país é a Ortodoxa Búlgara.

O número de ciganos no país é estimado entre 200 e 450 mil.

A capital, Sofia, é considerada uma das mais antigas da Europa e sua história é datada em mais de 7 mil anos.

A Bulgária ocupa o terceiro lugar entre os países com os sítios arqueológicos mais valiosos do mundo, perdendo apenas para a Grécia e a Itália.

Assim como grande parte dos países do leste europeu, a Bulgária também já esteve sob domínio soviético e só se tornou independente em 1989, quando o governo comunista foi encerrado.

O exército búlgaro foi o primeiro da história a usar forças aéreas em batalhas.

Parte do turismo na Bulgária se dá pelas construções históricas, entre elas as igrejas, museus e mosteiros.

Os mosteiros são construções importantes no país e nos tempos antigos tinham outra função além de ser moradia dos padres: eram refúgios em tempos de guerra e batalhas.

A Bulgária possui mais de seiscentas fontes naturais, o que a torna o país com o maior número de fontes naturais da Europa Continental.

Ainda hoje é possível encontrar vestígios da colonização grega, bizantina e romana.

Outra atração importante do país é a costa do Mar Negro, considerada uma das regiões mais encantadoras da Bulgária.

A igreja ortodoxa eslava mais antiga do mundo fica na Bulgária.

Para expressar o “sim”, os búlgaros mexem a cabeça de um lado para o outro e para expressar o “não”, mexem a cabeça para cima e para baixo, ou seja, o contrário do que estamos acostumados.

A Bulgária é cortada pela cordilheira dos Bálcãs, o que proporciona paisagens e vistas incríveis e de tirar o fôlego. Pode-se dizer que é uma das regiões mais procuradas do país.

Um dos pratos mais importantes da culinária búlgara é a banitsa, um tipo de massa enrolada e assada que pode ser recheada com ingredientes diversos, entre eles queijo, arroz, carne e espinafre.

O iogurte búlgaro é conhecido como o melhor iogurte do mundo e isso acontece porque é só lá que a bactéria Lactobacillus bulgaricus pode ser encontrada.

Há relatos históricos de que o vinho começou a ser produzido na região da Bulgária, ainda na Idade da Pedra.

Marck Zuckerberg possui descendência búlgara. Seu nome, inclusive, é uma homenagem ao avô Marko, imigrante búlgaro que chegou na América na década de 40.

O óleo de rosas produzido na bulgária é uma iguaria usada nos perfumes mais caros que existem no mundo.

Foi um búlgaro que criou o relógio digital. Seu nome era Petar Petrov.

A Bulgária também é conhecida por ser o país das rosas e do iogurte.

O número de ciganos no país é estimado entre 200 e 450 mil.

A Bulgária é o segundo maior exportador de cigarros do mundo.

Não existem vôos diretos do Brasil para a Bulgária. Para chegar até lá, é necessário fazer conexões nas grandes cidades europeias.

Brasileiros que permanecerem no país por período inferior a 90 dias não precisam de visto, segundo o Itamaraty.

(Imagem: e-architect.co.uk)

(Imagens: worldalldetails.com)

(Imagem: Wikipedia)

(Imagem: Wikipedia)

(Imagem: Wikipedia)

(Imagem: Wikipedia)

(Imagem: trakia-tours.com)

(Imagem: thegoodlifebulgaria.com)

(Imagem: thebohemianblog.com)

(Imagem: standard.co.uk)

(Imagem: standard.co.uk)

(Imagem: gullivertravel.bg)

_

VOCÊ TAMBÉM VAI GOSTAR DE:

Wanderlust #41 Colômbia

Wanderlust #40 Sérvia

Wanderlust #39 Grímsey

Wanderlust #38 Chile

Destaques,Europa,Wanderlust Bruna Sturzbecher 23 nov 2015

Deixe seu cometário