Wanderlust #18 Mongólia

Na semana passada, falamos sobre a Estônia, país do leste europeu também conhecido como “a pérola medieval da Europa”. O país escolhido hoje fica ali, bem próximo da Europa, mas pertence ao continente asiático, fazendo divisa com a Rússia e a China. É o 19º maior país do mundo e o menos povoado dos países independentes e o segundo maior do mundo sem costa marítima.

CURIOSIDADES

Capital: Ulan Bator

Língua: Mongol

Moeda: tögrög mongol (MNT)

Área: 1. 564, 1002 km²

População: 2,839 milhão

Ulan Bator, além de ser a capital, é a cidade mais populosa do país.

O sistema político do país é a república parlamentarista.

O território da Mongólia foi marcado pela ocupação por diversos povos nômades ao longo de sua história, mas acabou sendo unificado pelo grande conquistador Gêngis Khan, onde inclusive há quem comprove que 1 em cada 3 mongóis seja descendente direto dele!

Por falar em Gêngis Khan, seu império foi o maior em extensão do qual se tem notícia (do Oceano Pacífico ao Mar Cáspio). Estima-se que, ao todo, o império mongol ocupou mais de 20 milhões de km².

A Mongólia já esteve sob domínio soviético, mas durou pouquíssimo tempo.

O nome Gêngis Khan significa “chefe oceânico”.

No país há mais cavalos do que pessoas! O cavalo é um animal muito estimado pelos mongóis.

A temperatura média da capital, Ulan Bator, no inverno, é cerca de -5ºC, o que faz dela uma das capitais mais geladas do mundo.

O deserto de Gobi também faz parte do país e, além de ser considerado um dos maiores sítios paleontológicos do mundo, também possui gelo nas partes mais altas de seu território.

Na Mongólia, a religião predominante é o budismo.

Os mongóis são conhecidos pela sua hospitalidade.

Cerca de 30% da população é nômade ou semi-nômade.

As casas dos nômades mongóis são conhecidas como ger, espécie de barraca construída com plástico e lã.

O país fica ao lado da Sibéria, uma dos motivos pelos quais a temperatura no inverno é tão baixa.

Um dos pratos mais conhecidos da Mongólia é o khuushuur, que consiste em um pastel feito com massa de farinha de trigo e frito (basicamente o mesmo que conhecemos por aqui).

Os mongóis também possuem uma bebida típica, o airag, feito de leite de égua fermentado.

Um artefato culinário bem importante para os mongóis é a manteiga de leite de Iaque, que serve tanto para a alimentação quanto para combustível de lâmpadas.

A principal data comemorativa dos mongóis é o Naadam, celebrado no dia 11 de junho, onde comemora-se a independência do país da China. Nesse dia são realizados vários torneios como lutas, competições de arco e flecha e corridas de cavalos.

Uma das maiores atrações turísticas do país são as dunas de Khongoryn, as dunas que cantam.

Os brasileiros que querem conhecer a Mongólia precisam de visto.

 

Fotos: 1. wunderground.com 2-5. National Geographic 6. un.org 7. theapricity.com 8. remotelands.com 9. mad-research.com 10. infomongolia.com 11. wildfrontierstravel.com 12. toursmongolia.com 13. real-expeditions.com 14. paradiseintheworld.com 15. imglisting.com 16. onthegotours.com 17. oneworld365.org 18. nomadicexpeditions.com 19. goista.com 20. exploremongolia.eu

 

VOCÊ TAMBÉM VAI GOSTAR DE:

Wanderlust #17 Estônia

Wanderlust #16 Finlândia

Wanderlust #15 Tanzânia

Wanderlust #14 Nova Zelândia

Ásia,Destaques,Dicas,Wanderlust Bruna Sturzbecher 08 jun 2015

Deixe seu cometário