Confissão: tenho medo de viajar de avião

Não, você não leu errado. Eu tenho medo de avião. Eu tenho muito medo de viajar de avião. Não é aquele friozinho na barriga normal que todo mundo sente não, é medo mesmo e o Renato pode confirmar: quando viajamos juntos eu sempre fico apertando a mão dele durante a decolagem. Acho que só não odeio mais essa parte do que turbulências.

Funciona mais ou menos assim:

Esperando o vôo: “está tudo bem, vou entrar no avião, relaxar, colocar uns filmes bacanas e nem vou ver o tempo passar”.

Na decolagem: “ai meu Deus, por que o avião tá virando desse jeito? Porque senti esse frio na barriga? O avião vai cair? Vai parar de funcionar? E esse barulho? Eu vou morrer?”

Durante turbulências: “me receba no seu reino, Deus”. “É agora, chegou minha hora”. “Nunca pensei que esse seria meu fim”. “Ninguém parece preocupado, então relaxa, fica tranquila, se o avião tivesse correndo perigo, as pessoas estariam assustadas”.

Pessoas assustadas durante a turbulência: “chegou a minha hora.”

Depois da aterrissagem: “viu só? nada de mais!”.

Você se identificou? Ou então achou que eu exagerei? Pois saiba que pouco mais de 25% da população mundial também se sente assim. E mesmo tendo viajado tantas vezes de avião, o medo sempre toma conta, principalmente durante turbulências. Talvez isso aconteça porque eu tenho pavor de alturas. O Renato vive falando pra gente saltar de paraquedas (ele já saltou) e minha resposta é a mesma: não vou nem que me paguem. Tenho tanto medo de altura que fico até tonta algumas vezes.

Mesmo sabendo que viajar de avião é uma das formas mais seguras que existem (a chance de alguém morrer em um acidente de avião é 1 em 11 milhões, enquanto em um acidente de carro é 1 em 5 mil), fico mil vezes mais tranquila viajando de carro do que de avião. Talvez porque eu esteja quase tocando o chão e por isso me sinta mais segura? É, pode ser. Pelo menos a sensação de controle é maior. E segundo cientistas do MIT, uma pessoa é capaz de viajar todos os dias, por 123 mil anos antes que um acidente ocorra. Mas mesmo sabendo de tudo isso, a ansiedade toma conta. Penso em quem são os pilotos no controle da nave, se eles dormiram direito, se eles estão sãos e têm experiência em voos longos ou em situações de emergência e todas as coisas possíveis.

E como resolver isso? Como reduzir a ansiedade e conseguir viajar de forma mais tranquila? Bem, aqui vão algumas dicas que podem ajudar:

Fingir

Isso mesmo. Finja até parecer real, não é o que dizem? Isso pode funcionar, pelo menos nessa situação específica. Imagine-se como uma pessoa que não tem medo de voos. Como pessoas assim se comportam? Ela senta, leem uma revista ou livro, dormem, assistem filmes, ficam calmas, ouvem música. Então, leve fones, ouça sua música, respire fundo e mantenha o foco em outra coisa. “Finja” que o medo não existe. Eu costumo fazer isso e no final das contas, funciona.

Relembrar fatos sobre a segurança dos aviões

Pode ser um bom calmante nessas horas. Eu costumo fazer isso sempre e mantenho o pensamento de que há milhões de chances a mais de eu chegar bem ao meu destino do que sofrer um acidente. Nas horas de turbulência, costumo fechar os olhos e pensar que elas nunca causam acidentes, que duram apenas por algum tempo e que vai dar tudo certo no final das contas. Pensamentos assim me ajudam a relaxar e a perceber que nada irá acontecer e por isso não há motivos para que eu fique com medo. E mais: acidentes de avião ganham destaques nas mídias exatamente por serem RAROS.

Beber

Eu particularmente não bebo em vôos longos, porque assim me mantenho hidratada e me sinto melhor. Mas se o medo é algo que você tem muita dificuldade de lidar, as vezes um bom vinho ou qualquer outra bebida que você prefira poderá ajudar a relaxar e até mesmo a dormir. E a grande maioria dos voos internacionais oferecem bebidas gratuitas.

Ter medo é completamente normal, você não é um estranho por isso! Só não deixe ele tomar conta de você!

 

Informações: Nomadic Matt

 

VOCÊ TAMBÉM VAI GOSTAR DE:

20 passageiros que nos mostraram o que não fazer em um avião

Saiba como tornar uma viagem de avião confortável

Viajando sozinha

Como conseguir passagens aéreas baratas?

Destaques,Dicas Bruna Sturzbecher 06 nov 2015

Deixe seu cometário