20 atrações que você não pode perder em Berlim

Berlim é uma cidade carregada de história, rica em arquitetura e uma das cidades mais bonitas e intrigantes da Europa. Foi o cenário principal de vários momentos históricos do século XX, como o período nazista, a Segunda Guerra Mundial e a Guerra Fria, por exemplo. Se você está indo para lá mas só tem poucos dias para aproveitar a cidade, não se preocupe! Nós listamos abaixo as melhores atrações para conferir pela capital alemã!

1. Portão de Brandemburgo (Brandenburger Tor)

Um dos melhores exemplos do período clássico alemão, o Portão de Brandemburgo é um dos maiores símbolos da cidade. Construído no século XVII, foi usado como uma das passagens do Muro de Berlim na época da divisão e foi ali também que o povo comemorou sua queda. Hoje em dia, uma das maiores festas de fim de ano da Europa é realizada lá e todos os anos junta mais de um milhão de pessoas.

2. East Side Galery

A colorida East Side Galery é a maior galeria a céu aberto do mundo e apresenta obras de arte impressionantes em um trecho do antigo Muro de Berlim. Com cerca de 1,3 Km, a galeria é a maior parte do muro que ainda está de pé, pois logo após sua queda, em 1989, 118 artistas de 21 países diferentes pintaram essa parte do muro, expressando desde protestos políticos até mensagens de paz e amor.

3. Reichtag

Um dos maiores marcos da cidade, o Reichstag é a sede do parlamento alemão. O local guarda uma história bem turbulenta, começando com o famoso incêndio de 1933, que serviu de pretexto para a perseguição de opositores políticos do período. O local também sofreu danos com a Segunda Guerra Mundial e só foi devidamente restaurado após a queda do Muro de Berlim.

4. Ilha dos Museus

Berlim possui uma ilha repleta de museus! É uma ilha bem pequena no rio Spree e é lá que ficam cinco dos mais famosos museus da Europa: Museu Pergamon, Museu Bode, Neues MuseumAlte NationalgalerieAltes Museum. Eles quase foram destruídos durante a guerra mas foram completamente restaurados e atualmente a ilha é um Patrimônio Mundial da UNESCO.

5. Catedral de Berlim (Berliner Dom)

A Catedral de Berlim é a maior e mais famosa igreja da cidade e chega até a ser um pecado não visitá-la durante uma passagem pela cidade. É uma das atrações mais populares e mais bonitas da cidade, onde é possível até mesmo fazer piqueniques ao redor dela durante o verão. Para visitar a igreja por dentro, uma pequena taxa é cobrada, que dá acesso a todo o seu interior, inclusive aos 270 degraus até o topo.

6. Memorial do Holocausto

Bem próximo ao Portão de Brandemburgo, está localizado o Memorial do Holocausto. Cobrindo uma área total de 19.000 m2 , estão espalhadas 2,711 lajes de concreto em um padrão ondulado. O terreno é inclinado de forma desigual e as lajes possuem alturas diferentes, apesar de serem da mesma largura. O design é extraordinário e o memorial é um tributo a todos os judeus que perderam suas vidas no Holocausto.

7. Berliner Fernsehturm

Conhecida também como “Torre Eiffel de Berlim”, não é fácil encontrar na cidade um ponto onde a famosa torre de TV não apareça. Ela é um dos maiores ícones da capital alemã e recebe por ano cerca de 1,2 milhões de visitantes, o que faz dela uma das atrações mais populares. Além disso, a vista de cima dela é de tirar o fôlego!

8. Muro de Berlim

Nesse local é possível aprender um pouco mais sobre o famoso muro que dividiu a Alemanha durante a Guerra Fria. As fortificações que um dia dividiram a cidade em duas ainda estão de pé nesse trecho, por cerca de 1,4 Km.

9. Mauerpark

Um dos melhores lugares para se aproveitar uma tarde de sábado e foi construído a partir de uma seção da faixa da morte da Guerra Fria. É lá que se encontra o mercado de pulgas mais famoso de Berlim.

10. Tempelhof

Esse aeroporto desativado já foi um dos aeroportos ícones da Europa no início do século XX e é famoso por ter sido cenário do período nazista e da Guerra Fria. Era nesse local que os Aliados entregavam suprimentos aos cidadãos alemães durante o Bloqueio de Berlim, entre 1948 e 1949. Hoje em dia, o Tempelhof é um dos lugares mais amados da cidade, com muito verde e espaço para curtir e relaxar nos finais de semana.

11. Checkpoint Charlie

Esse é o mais famoso posto militar entre o leste e oeste de Berlim durante a Guerra Fria. Hoje em dia o local é uma grande atração para os turistas e até hoje há uma sinalização acima do posto que diz “você está deixando o setor americano“, pois simbolizava a fronteira entre o capitalismo e o comunismo. O Checkpoint Charlie também já foi cenário de outros conflitos durante a divisão.

12. Museu Judaico de Berlim

O Museu Judaico de Berlim é celebrado como uma das estruturas contemporâneas mais impressionantes da cidade. O projeto é do arquiteto Daniel Libeskind e sua fachada representa uma Estrela de Davi despedaçada. Além disso, as salas de exibição no interior do prédio contam a história judaica de uma forma bem coerente e detalhada, o que dá ainda mais destaque ao museu, como por exemplo o Jardim do Exílio, que expressa o desconforto e desorientação dos exilados, através de pilares espalhados por um terreno inclinado, causando a sensação de confusão.

13. Palácio de Charlottenburg

Esse palácio barroco do século XVII foi construído para ser a casa de veraneio do reino da Prússia e está localizado na zona oeste da cidade. Uma dica é não deixar de visitar o jardim que fica atrás dele, pois é considerado um dos mais bonitos de Berlim.

14. Tiergarten

O Tiergarten está para Berlim como o Central Park está para Nova York, ou como o Hyde Park está para Londres: uma grande área verde no centro da cidade. É no meio do parque que se encontra a famosa Coluna da Vitória, construída para comemorar a vitória da Prússia.

15. Gendarmenmarkt

Muitos moradores acreditam que o Gendarmenmarkt é o lugar mais bonito da Alemanha, alguns se arriscam a dizer que é o lugar mais bonito da Europa. Construída no final do século XVII, a praça é cercada por três edifícios fenomenais: o Franzözischer Dom (Catedral Francesa), o Deutscher Dom (Catedral Alemã) e o Konzerthaus (Sala de Concertos). Uma dica é visitar o local durante as festividades de Natal.

16. Gedächtniskirche

A Igreja Luterana Gedächtniskirche foi construída no século XIV pelo Kaiser Willhem II e sofreu grandes danos devido aos bombardeios da Segunda Guerra Mundial. Após a guerra, uma nova igreja foi construída junto com o que sobrou dela e hoje é um memorial de paz e reconciliação.

17. DDR Museum

Você já se perguntou como era a vida das pessoas que viviam no lado comunista de Berlim durante a Guerra Fria? Uma visita ao DDR Museum irá responder essa pergunta.

18. KaDeWe (Kaufhaus des Westens)

Não dá pra visitar Berlim sem dar uma passada, mesmo que seja só pra olhar, pela maior loja de departamentos da Europa, não é mesmo? KaDeWe é um verdadeiro paraíso das compras, localizado na zona oeste de Berlim e possui o tamanho equivalente a 9 campos de futebol!

19. Topography of Terror

Pode ser traduzida como Topografia do Horror e era lá que ficava a antiga sede da Gestapo, que acabou sendo destruída e hoje exibe a história cruel da perseguição aos judeus durante o regime nazista. O lugar recebe cerca de 800 mil visitantes por ano e é um dos memoriais mais populares de Berlim.

20. Treptower Park

Três memoriais soviéticos foram erguidos em Berlim pela antiga URSS logo após a guerra, mas o mais impressionante deles está localizado no Treptower Park. Cobrindo uma área de 100 m2 , é um dos maiores que existem e serve como cemitério de guerra para 5 mil soldados soviéticos. O memorial contém uma série de afrescos que retratam o curso da Segunda Guerra Mundial, além de ser o maior memorial anti-facista da Europa Ocidental.

 

Fonte: World Of Wanderlust

Fotos: Wiki Commons

 

VOCÊ TAMBÉM VAI GOSTAR DE:

Um roteiro por Berlim

Um roteiro por Munique

Freiburg: a porta de entrada da floresta negra

Um dia no Castelo de Neuschwanstein

Alemanha,Destaques,Dicas,Listas Bruna Sturzbecher 01 set 2015

Deixe seu cometário